8. Jul, 2018

Sapateira - Brown crab

This posting is both in Portuguese and English

A caranguejola, ou sapateira, (Cancer pagurus)  é um crustáceo decápodo, braquiuro, da família dos cancrídeos mais largo que o longo. É um caranguejo robusto Tem uma carapaça oval de coloração vermelha-acastanhada e duas pinças fortes com as pontas pretas. São encontradas no Atlântico Nordeste, costa Galega e Portuguesa e no Mar Mediterrâneo, onde habita numa coluna de água nos primeiros seis meses de vida, altura em que assenta no fundo em profundidades até 100 m, incluindo rias e estuários. A sapateira é um predador noturno alimentando-se essencialmente de uma variedade de moluscos, crustáceos e bivalves, que capturam e matam apertando-os com as suas pinças. A carapaça de espécimes maduros mede entre 11 cm e 25 cm de comprimento, especialmente em machos e pode pesar até 3 kg. A fêmea carrega no abdômen até 3 milhões de ovos durante seis meses, permanecendo sob as rochas ou enterrado em buracos. Normalmente se reproduzem durante a primavera e o verão, mas depois que a fêmea muda a carapaça. Tal espécie é de importância comercial, freqüentemente usada na preparação de refeições e mariscadas. É tema da maior pesca de caranguejo na Europa Ocidental, centrada nas costas das Ilhas Britânicas, Galíza e em toda a costa Portuguesa especialmente no Algarve, com mais de 60.000 toneladas capturadas anualmente. Não confunda com Maja squinado o caranguejo-aranha-europeu, o caranguejo-aranha-espinhoso ou o caranguejo espinhoso, conhecido em Portugal pelos nomes de centola ou cava-terra. Os caranguejos são capturados com armadilhas (covos). As armadilhas estão disponíveis em várias formas de gaiolas ou cestos e têm sido usadas em todo o mundo há milhares de anos para capturar uma grande variedade de peixes e crustáceos. O desenho básico não mudou muito ao longo dos anos; as principais mudanças foram nos materiais que agora se utilizao ​​para fabricarr o equipamento. A engrenagem inicial teria sido feita com vime ou salgueiro, trançada em uma forma de cesta com uma entrada afunilada no topo e com pedras no interior para ancoralas no fundo do mar. Hoje em dia, as armadilhas são fabricadas, em linhas semelhantes às antigas de vime, mas usando materiais modernos como madeira, aço, plástico, etc. para a armacao; depois é coberto com rede de nylon e polietileno.